Nesta terça (12) a Polícia Civil identificou e prendeu em flagrante um homem que havia tentado a prática de crime de estelionato na cidade de Lucélia.

No período da manhã, policiais civis da Delegacia de Polícia de Lucélia foram acionados por representante do Banco do Brasil relatando que um indivíduo havia comparecido na agência local identificando-se como correntista e portando documento de identificação. O suposto correntista, desejava sacar de sua conta uma quantia de aproximadamente R$ 74 mil recebida a título de benefício do INSS e, após, deposita-la em outra conta bancária de terceira pessoa. Relatou também que ao ser inquirido em maiores detalhes pelos representantes do banco o suspeito aparentemente se assustou e deixou a agência bancária, lá deixando o documento de identificação apresentado.

Ante a suspeita de prática do crime de estelionato, imediatamente as equipes de Lucélia iniciaram diligências apoiadas por equipes das Delegacias Especializadas DIG (Investigações Gerais) e DISE (Investigações Sobre Entorpecentes) de Adamantina, concentrando esforços na identificação e captura do suspeito, sendo este localizado pelos policiais na rodoviária de Lucélia.

Ao ser interrogado, o suspeito identificado como sendo P.V.M. de 44 anos, confessou que fora cooptado por um “escritório” na cidade de São Paulo para fazer-se passar por correntista do Banco do Brasil da cidade de Lucélia, na tentativa de sacar indevidamente benefício que o verdadeiro correntista havia recebido do INSS e, para tanto, lhe foi fornecida identidade falsa.

Desta forma, o delegado de polícia que presidiu a ocorrência autuou em flagrante o indiciado por estelionato tentado e uso de documento falso consumado, sendo recolhido à prisão e ficando à disposição do Poder Judiciário para realização de audiência de custódia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor envie seu comentário
Por favor digite seu nome