Com foco no combate às fake news em saúde infantil, a campanha Mais que um Palpite chega a um ano de atividades nas redes sociais com mais de 21 mil fãs em seus canais (Facebook e Instagram) e milhares de comentários no ambiente on-line. Agora, com base na interação realizada com as famílias brasileiras durante o período, a iniciativa acaba de lançar uma cartilha digital completa, que reúne as principais dúvidas coletadas.

Desenvolvida pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) com a Pfizer, a campanha tem o objetivo de proteger as famílias com informações seguras sobre saúde infantil. Esse conceito de proteção passa por temas como alimentação, lazer, sono, amamentação e a prevenção de doenças por meio de vacinas. A nova cartilha está hospedada no site www.maisqueumpalpite.com.br e no portal www.sbp.com.br.

“O que os pais mais desejam é acertar nas decisões sobre os cuidados com seus filhos. Para isso, em meio a um cenário permeado de fake news, é preciso empoderar as famílias com informações confiáveis. E não há fonte mais segura para essa missão do que o próprio pediatra”, afirma o pediatra Renato Kfouri, presidente do Departamento de Imunizações da SBP.

Para transmitir suas mensagens com leveza, a cartilha MAISQUEUMPALPITE apresenta um projeto editorial totalmente alinhado com o dia a dia dos pais de crianças pequenas. “O leitor é convidado a imaginar uma situação em que um pediatra ingressa no grupo de mensagens da família”, esclarece a diretora médica da Pfizer, Márjori Dulcine. “A conversa está dividida em diferentes blocos, que compreendem os vários aspectos relacionados à imunidade infantil, como alimentação, sono, vacinação, amamentação e exercícios físicos.”

Entre os personagens que participam do diálogo está o boneco Palpitinho, mascote da campanha. O personagem representa todos os palpiteiros que habitam o dia a dia dos pais, colecionando comentários impróprios sobre o desenvolvimento infantil. Palpitinho também aparece nos vídeos que fazem parte da inciativa desde o seu início. Os vídeos estão disponíveis no site da iniciativa (www.maisqueumpalpite.com.br).

“Quando falamos em proteger a saúde infantil, é impossível não pensar na importância da vacinação. Trata-se de uma medida que merece ainda mais atenção, considerando que o País assiste a um aumento nos casos de doenças infectocontagiosas passíveis de prevenção, como o sarampo”, conclui Kfouri.

FONTE Pfizer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor envie seu comentário
Por favor digite seu nome