As ocorrências de furtos e flagrantes por tráfico tiveram aumento em março comparando com fevereiro deste ano. Dados divulgados pelo comando da 1ª Cia. da Polícia Militar de Dracena mostram que em março ocorreram 46 furtos contra 31 em fevereiro. Com relação a flagrantes de tráfico de drogas, no mês passado na cidade foram registrados nove e em fevereiro dois casos.

O capitão Marcelo Cavalcante que comanda a Cia. ao analisar esses números disse que o furto é um crime praticado sem violência onde quem o comete entra sorrateiramente no local e subtrai alguma coisa, sendo normal muitos agirem para ‘alimentar’ o uso de entorpecentes, trocando o que foi furtado com o receptador para obter a droga.

Segundo o capitão, apesar do pequeno aumento de furtos na cidade, ainda é considerado estável, a Polícia Militar desenvolve trabalho para combater o tráfico de entorpecentes.

Cavalcante atribuiu o maior número de flagrantes de tráfico em março devido à ação policial que atacando esse tipo de crime ajuda a diminuir os furtos.

Ele explicou que os flagrantes aumentaram também em razão de os policiais trabalharem motivados, também por conhecerem os envolvidos no tráfico e realizarem a abordagem e diligências conseguindo resultados satisfatórios contra o tráfico.

Marcelo Cavalcante afirmou ainda que a grande maioria das pessoas presa por tráfico em Dracena é maior de idade.

Para ele, quanto maior for os números de flagrantes por tráfico na cidade é melhor, representando produtividade, empenho, motivação dos policiais.

Cavalcante ressaltou que Dracena vive um momento positivo no tocante a diminuição de crimes ocasionados com violência, como o roubo que nos últimos cinco meses só houve o registro de um caso.

O capitão divulgou que os casos de roubos e de roubos e furtos de veículos caíram muito. Ele disse também que o empenho da Polícia Militar é diminuir os casos de furtos, em especial os de celulares que apresenta números elevados em Dracena e esses crimes podem ser evitados com a colaboração da comunidade que não deve deixar o veículo aberto com a bolsa em seu interior, assim como os portões das residências facilitando a ação de ladrões. (Marcos Maia especial para o Portal e Jornal Regional)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor envie seu comentário
Por favor digite seu nome