Policiais civis das Delegacias de Polícia de Tupi Paulista, São João do Pau D’Alho, Nova Guataporanga e Monte Castelo, auxiliados por outras unidades, concluíram a Operação “Madagascar”, a qual objetivava o cumprimento de mandados de prisão e de apreensão de adolescentes, mandados de busca e apreensão domiciliar, policiamento preventivo especializado voltado a identificar abordar pessoas suspeitas e coibir práticas ilícitas, bem como realizar fiscalização em estabelecimentos previamente identificados como sendo locais destinados a comercialização de produtos de origem duvidosa.

Na cidade de Tupi Paulista os policiais precederam nesta data o cumprimento de mandados de busca e apreensão, logrando êxito em apreenderem farta quantidade de material ilícito relacionado a prática contravencional denominada “jogo do bicho”.

Além do material foi ainda apreendida a quantia de R$ 256,10 angariada mediante a referida prática ilícita.

Em Dracena, na segunda-feira (11), as equipes da DIG/DISE, em ação conjunta com a Polícia Militar, realizaram diligencias e, posteriormente, cumpriram dois mandados de prisão temporária expedidos em desfavor de autores de dois roubos cometidos no mencionado município, após decisão judicial deferindo a medida nos autos da investigação policial desenvolvida pela Polícia Civil.

Em São João do Pau D’Alho a Polícia Civil identificou e promoveu a prisão em flagrante do autor do furto de um veículo ocorrido naquele município. Posteriormente, a Justiça Pública, atendendo representação ofertada pela Polícia Civil, decretou a prisão preventiva do autor do crime.

Foram ainda cumpridos na região outros dois mandados de prisão preventiva representados pelas autoridades policiais em prosseguimento a investigações iniciadas por intermédio da lavratura de autos de prisão em flagrante delito, dentre eles o relacionado ao crime de tentativa de homicídio, ocorrido na cidade de Junqueirópolis, praticado pela mãe contra a própria filha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor envie seu comentário
Por favor digite seu nome