Nos últimos dias, as redes sociais foram tomadas por relatos de pais assustados com a Boneca Momo. A personagem dá instruções de como cometer suicídio com imagens demonstrando o ato.

Conhecido como “Desafio Momo”, o caso é parecido com o “Desafio da Baleia Azul”, que surgiu em 2017. O momento é ideal para construir um diálogo com os filhos e reavaliar o uso da internet.

Deborah Moss, neuropsicóloga e mestre em Psicologia do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo aconselha os pais a abordarem o assunto com os filhos da forma mais tranquila possível. “É preciso um meio termo. Nem hipervalorizar, nem desvalorizar o medo”, fala.

A profissional ainda comenta que os pais devem acolher o medo que a criança está sentindo da personagem e pensar em recursos também da ordem do imaginário para se livrar desse sentimento.

Deborah Moss fala que algumas crianças ainda não conseguem entender o significado do que a Momo está dizendo. Por isso, os pais devem ensinar o discernimento entre certo e errado. Dessa forma, elas terão referências para procurar os pais quando identificarem algo de diferente.

É fundamental que os pais se mostrem interessados no universo da criança e do adolescente. (Com informações Delas – iG @)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor envie seu comentário
Por favor digite seu nome