Um golpe utilizando o nome da Prefeitura de Osvaldo Cruz causou prejuízo de R$ 27 mil ao proprietário de uma lotérica da cidade nesta manhã.
Segundo nota da Assessoria de Imprensa do município, um estelionatário passou seis cheques no valor de R$ 4,5 mil cada um em uma lotérica da cidade, totalizando R$ 27 mil.
Ocorre que os cheques são falsos. Fica o alerta ao comércio em geral, caso receba cheques desta natureza, procure imediatamente a Polícia.

Descrição dos cheques

Os cheques anotam assinaturas falsas de pessoas provavelmente que não existem. Constam nos títulos uma mulher de nome Maria do Carmo França como tesoureira e Luiz Humberto Mendes como secretário de Finanças. A Prefeitura não tem servidores com esses nomes no cargo de tesoureiro. Outro detalhe é que os cheques de emissão do município são assinados obrigatoriamente pelo prefeito Edmar Mazucato e por um dos tesoureiros.
“Os cheques são de emissão contra o Banco do Brasil, mas a conta e a agência também são inexistentes. Outro detalhe é que o CNPJ constante nas folhas também é falso”, completa a nota.
Os títulos datados de 7 de novembro último são grafados como suposto pagamento de “Contribuição Sindical Vereadores aprovado pela Câmara Municipal de Osvaldo Cruz”, o que inexistente.
Fica o alerta à população e ao comércio em geral sobre estelionato. “A Prefeitura de Osvaldo Cruz se coloca à disposição das autoridades e de eventuais vítimas para esclarecimentos”, completa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor envie seu comentário
Por favor digite seu nome