A Polícia Civil de Junqueirópolis informou que elucidou um estelionato perpetrado contra o título de capitalização SP Cap. De acordo com a Polícia Civil, duas mulheres trajando camisetas com a logomarca da empresa foram até uma revendedora residente em Junqueirópolis e informaram que estavam ali para efetuarem o recolhimento das cartelas preenchidas e do valor referente aos títulos vendidos. Foram entregues às golpistas cerca de 470 canhotos preenchidos pelos compradores das cartelas, 130 cartelas que não haviam sido vendidas, além de aproximadamente R$ 8.500,00 em dinheiro.

Os investigadores da Polícia Civil deflagram diligências que identificaram uma suspeita cuja foto foi exibida à vítima, que de imediato reconheceu a golpista, moradora de Ouro Verde. Em seguida, os policiais apuraram que uma prima da golpista residia em Junqueirópolis.  A mulher foi conduzida a delegacia de Polícia de Junqueirópolis, onde acabou confessando a fraude. Todo o dinheiro, bem como as cartelas e os canhotos foram apreendidos e restituídos à vítima. As investigadas responderão pelo crime de estelionato, cuja pena é de 1 a 4 anos de reclusão. A prima da acusada foi liberada uma vez que não havia situação de flagrante.

O SP Cap é um certificado de contribuição emitido pela Fundação Hospital Regional do Câncer da Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente. (Com informações Polícia Civil de Junqueirópolis)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor envie seu comentário
Por favor digite seu nome